Cirurgias Malabsortivas

  • PDF
  • Imprimir
  • E-mail

As cirurgias malabsortivas consistem na redução parcial do estômago associada à criação de um desvio no intestino delgado de maneiras a criar uma separação entre o trajeto do alimento e o dos sucos digestivos bíleo-pancreático, que só se encontram há cerca de 50 a 100cm do final do intestino delgado, reduzindo de forma acentuada a digestão e absorção dos alimentos ingeridos. A redução na quantidade de alimento sólido ingerido pela redução do estômago é só no começo, após algum tempo o paciente poderá alimentar-se em quantidade quase normal. Estas cirurgias por produzirem uma perda de peso importante, são utilizadas principalmente nos pacientes “super obesos” ou como cirurgia “alternativa” quando as outras cirurgias bariátricas não deram bons resultados. É recomendado também para comedores de açúcar.

As cirurgias malabsortivas têm como vantagens: produzirem uma perda de peso independe do hábito alimentar “os pacientes perdem peso mesmo comendo” e produzirem uma perda de peso importante de cerca de 35 a 50% do peso inicial.

Porém, têm como desvantagens: o fato de poderem causar deficiências nutricionais importantes e de difícil controle como anemia por deficiência de ferro, osteoporose, osteomalácia, hipovitaminoses, desnutrição protéica grave (em cerca de 6.6% dos pacientes), halitose, intolerância importante à lactose, produção exagerada de gases, flatulência com odor forte, distensão abdominal, aumento da freqüência intestinal e hipotireoidismo secundário. Queda de cabelo pode ocorrer em até 52% dos pacientes, que perdura até a estabilização do peso. Em alguns casos de desnutrição ou diarréia importante pode necessitar de re-operação para reverter a cirurgia. A diarréia nas cirurgias malabsortivas se deve a: 1. comer muita gordura ou beber muita água (o tratamento é com reeducação alimentar); 2. secundária aos sais biliares (o tratamento é com colestiramina).

As complicações cirúrgicas que podem ocorrer com estas cirurgias são: embolia pulmonar; fistula anastomótica; estenose das anastomoses; problemas na parede abdominal (seromas, hematomas, abscesso, hérnias incisionais, deiscência de pele), mais freqüentes nas cirurgias por via convencional; hemorragia e obstrução intestinal.

Em mulheres que querem engravidar deve-se evitar cirurgias malabsortivas pela possibilidade de deficiência de ferro, proteínas e folatos.

Os pacientes operados por estas técnicas exigem acompanhamento médico e nutricional em longo prazo, logo não devem ser utilizadas em pacientes que não podem comparecer às revisões periódicas.

Normalmente são utilizadas duas técnicas de cirurgias malabsortivas que podem ser realizadas por via convencional (cirurgia barriga aberta) ou por via laparoscópica (cirurgia dos furinhos):

1. Cirurgia de Scopinaro
que consiste na retirada dos 2/3 distais do estômago (o estômago é cortado transversalmente), seguida da costura do 1/3 proximal remanescente do estômago com o intestino dividido em forma de “Y”, de maneira que o alimento ingerido só entra em contato com o suco biliar e pancreático, nos 50 a 100cm finais do intestino delgado.

 

Figura 01: Cirurgia de Scopinaro



2. Cirurgia do “Duodenal switch”
é uma técnica cirúrgica parecida com a de Scopinaro, apresentando como diferença apenas na maneira de cortar o estômago (o estômago é cortado longitudinalmente) e pelo fato de preservar o piloro (válvula que controla o esvaziamento do estômago). No restante a cirurgia é similar a de Scopinaro.

 

Figura 02: Cirugia do "Duodenal Switch"


 
Banner
Banner
Banner

Calcular IMC

Busca

Banner

Enquete

Você faria uma cirurgia para emagrecer?
 
Acesse também:
   
  Clínica
  Histórico
  Dr. Acácio Centeno
  Equipe Médica
  Localização
  Fale Conosco
  Trabalhe Conosco
   
   
   

   
  Exames
  Vídeo Endoscopia Digestiva Alta
  Vídeo Colonoscopia
  Retossigmoidoscopia Rígida ou Flexível
  Gastrostomia por Endoscopia
  Balão Intragástrico
  Dilatação Endoscópica de Estenose
  Esclerose de Varizes de Esôfago
  Ligadura Elástica de Hemorróidas
  Vídeo Laparoscopia
  Ultrassonografia
  Procedimentos Intervencionistas Dirigidos por Ultrasson
  ImpedanciopHmetria
  pHmetria Esofágica 24H
  Manometria Esofágica
  Manometria Anorretal
  "Biofeedback" Anorretal
  Determinação do Tempo de Trânsito Colônico com Marcadores Radiopacos
  Bioimpedância Corporal
  Eletrocardiograma (ECG)
  M.A.P.A
  Teste Ergométrico
  Holter
  Ecocardiograma
  Laboratório

   
  Especialidades
  Gastroenterologia
  Proctologia
  Cirurgia do Aparelho Digestivo
  Cirurgia Vídeo Laparoscópica
  Cirurgia Geral
  Cirurgia da Obesidade
  Cirurgia do Diabetes
  Nutrição
  Psicologia
  Educador Físico
  Esteticista
 
   
 
   
 
 
   
 
 
 

   
  Tratamento da Obesidade e Diabetes
  Balão Intragastrico
  Cirurgias Restritivas
  Cirurgias Malabsortivas
  Cirurgia Combinada ou Mista
  Acompanhamento Nutricional
  Atividade Física
  Acompanhamento Psicológico
  Acompanhamento Estético
  Programa Qualidade de Vida e Saúde Pós Bariátrica
  Cirurgia do Diabetes
   

   
   
  Programas Especiais
  Programa de "Check-up" Preventivo
  Programa Qualidade de Vida e Saúde Pós Bariátrica
  Orientação Nutricional
  Orientação Física
  Programa Segunda Solidária

   
  Outros
  Dicas de Saúde Digestiva
  Emagreça com Saúde
  Centro de Estudos
  News
  Clipping
  Vídeos
  Fotos
  Convênios
  Preparo dos Exames
  Consentimento Informado
  Webmail
 
             
         

Todos os direitos reservados a Procto Gastro. Copyright ® 2011.
Termos de Uso | Política de Privacidade
Desenvolvido por Documenta.